Tag Archives: Cinema

Tributo a atores de cinema!

14 abr

Achei um site sensacional chamado The Many Faces of ! É um projeto realizado por 3 grandes designers da Paravel para expressar seu amor pelo cinema! Eles fazem um review de personagens diferentes que um mesmo ator já representou e traçam um paralelo entre eles, explorando suas semelhanças e diferenças! Muito bem feito. O primeiro ator homenageado é o Alan Rickman! A idéia é que de tempos em tempos eles escolham  um novo ator para fazer essa homenagem. Tomara que o próximo seja o Johnny Depp 😉

Anúncios

This is it emociona!

13 nov

Semana passada finalmente assisti o documentário com os últimos ensaios de Michael Jackson para a mega turnê que aconteceria em Londres se ele não tivesse morrido.

Realmente é uma grande homenagem a esse artista e pessoa extraordinária que tanto revolucionou a história da música.

O filme permite uma aproximação com o MJ de uma forma nunca feita antes. Conseguimos perceber sua empolgação e perfeccionismo desde a escolha dos dançarinos, à execução dos tons e melodias de sua música.

Frequentemente no filme, Michael é elogiado por membros da equipe, que disseram que ele era um extremo conhecedor de sua própria música. Isso fica muito nítido, porque ele dança e canta não só fisicamente mas com a alma. É inegável que ele nasceu com o dom e é de emocionar vê-lo fazer o que ama!

Ao mesmo tempo que bate uma tristeza saber que ele já não está presente entre nós, fica um alívio por perceber que asmichael pessoas pararam de importuná-lo. Depois de sua morte, a história de pedofilia foi contestada, cds bateram recordes de venda e ironicamente sua imagem voltou ao patamar de alguns anos atrás.

Em nenhum momento das cenas é possível perceber qualquer rastro de fragilidade física ou algo que indicasse um estado de saúde precário, pelo contrário pois ele dançava muito e parecia muito animado com tudo.

É inevitável a vontade de se movimentar na cadeira de cinema para acompanhar os ritmos tocados ou então de bater palmas assim que uma música acaba.

Veja abaixo o trailer do filme:

A turnê que estava prevista para acontecer em 13 de julho de 2009, de acordo com a Wikipedia, seria uma despedida do Rei do Pop em grande estilo! Pena que ele resolveu fazer o grand finale antes…

O que importa é que ele inovou e deixou sua marca no mundo.

 

Besouro ousa e impressiona

1 nov

Desde quando vi o trailer, eu já imaginava que seria surpreendida por um filme brasileiro. Hoje fui assistir Besouro e isso se confirmou!

Uma superprodução que ousa misturar elementos de dramaturgia e efeitos especiais dignos de Hollywood a uma história real de um capoeirista baiano , que viveu nos anos 20 numa época pós escravidão e se tornou uma lenda pois “podia voar”.

Uma mistura no mínimo interessante! Vendo algumas cenas de luta e jorros de sangue, logo me lembrei de Tarantino e também de filmes como o Tigre e o Dragão, devido a efeitos especiais parecidos. Eu não estava louca pois lendo uma reportagem na Veja, descobri que o coreógrafo responsável por esses efeitos é nada menos que Huen Chiu Ku, conhecido como Dee Dee, que também coreografou os famosos movimentos no filme  O Tigre e o Dragão e Kill Bill.

Outro fato que me chamou bastante a atenção foi a aposta nas mídias sociais para divulgação do filme, que foi um sucesso, pois a visualização do trailer no Youtube passou de 500 mil acessos!

Foram criados perfis no Facebook, no Twitter, um site próprio e até um Blog que antes mesmo das filmagens começarem, fez sucesso entre pessoas já da área de cinema ou leigos que acompanharam o processo de produção do filme!

Besouro acerta em cheio ao apresentar uma temática sobre ameaça à cultura afro-brasileira, utilizando alguns de seus elementos como a própria capoeira e a presença do orixás, muito bem representados por sinal!

É um filme que vai na contramão de gêneros de violência e pobreza tão explorados pelo cinema no Brasil.

Deveríamos tirar o chapéu para iniciativas como a criação desse filme!

João Daniel Tikhomiroff, diretor e idealizador deste filme, conta no vídeo abaixo como surgiu a inspiração para transformar as aventuras e lendas de Besouro, presentes no livro Feijoada no Paraíso, de Mário Carvalho, no seu primeiro longa. Nada é por acaso, confiram:

Uma excelente crítica que li sobre o filme foi a do Arnaldo Jabor. Veja aqui!

A sensação que fica após sair da sala de cinema, é de esperança e orgulho, pois existem pessoas preocupadas em ressaltar o que o Brasil tem de melhor: a Cultura!

Os Substitutos: você teria um?

25 out

Ontem fui assistir o filme “Os Substitutos” do original Surrogates! A princípio quando vi o trailer, me lembrei bastante de Matrix, mas a temática é um pouco diferente!

No filme, as pessoas vivem isoladas e não precisam sair de casa, graças a uma nova tecnologia desenvolvida que permite através da mente, controlar versões robóticas de si mesmo que podem substituir seus operadores e inclusive podem ter qualquer aparência .Ou seja, você fica em casa e seu substituto faz tudo que você comanda e através de sensores e óculos especiais, você vê, sente e participa de tudo. É tudo uma grande simulação!  Sendo assim, o nível de criminalidade, assasinatos e violência diminui, já que as pessoas estão todas no conforto de seus lares e não precisam mais se expor.

O ápice do filme começa quando misteriosamente esses Substitutos são atacados e seus operadores também morrem. Aí entra em cena o Bruce Willis, um policial do FBI,que através do seu substituto vai tentar encontrar o assassino e entender como os operadores foram mortos também, o que ameaça a crescente indústria desses robôs,a VSI.

Abaixo o trailer:

O filme é bem interessante e me lembrou até um anime/mangá chamado CHOBITS, onde no Japão uma nova tecnologia cria robôs de estimação, os chamados Persocons (Personal Computer) que podem aprender tarefas específicas ou até desenvolver vontade própria! A diferença é que aqui não há operadores que os controlam!

Recentemente li uma notícia sobre um robô sem fio que simula várias reações Robô chora e sangra ao receber agulhadas!humanas,chorando ao receber agulhadas! Veja mais no IDGNow!

A cada dia vemos o avanço da tecnologia e com certeza ficamos nos perguntando aonde vamos parar!  Será que chegará o dia em que realmente teremos cópias robóticas fiéis ou até melhores do que o ser humano?

Se esse dia chegar, espero que tenhamos bom senso para usar esta tecnologia ao nosso favor!

Bastardos Inglórios: mais uma proeza do Tarantino

16 out

ingloriousbastards

Semana passada fui assistir ao genial “Bastardos Inglórios “, novo filme do inovador Quentin Tarantino, e saí do cinema muito satisfeita. O filme realmente foi mais do que eu esperava. Pra quem já é fã do estilo escrachado Tarantino, não há como não gostar, mas mesmo quem não curte o dretor, garanto que vai dar boas risadas em meio a cenas de sangue, muita violência e piadas de humor negro. É possível? Totalmente ! E por isso o Tarantino é mestre na minha opinião!

Muita gente está criticando e vai criticar dizendo que o filme é “uma viagem” do começo ao fim e nada tem a  ver com a história. Realmente! E quem disse que era pra ter total relação com a história original? Acredito que na verdade o filme abre nossa mente para as possibilidades que poderiam ter acontecido e brinca com isso.

O filme conta a história de soldados judeus americanos que em meio à Segunda Guerra Mundial se concentram em matar nazistas! Admito, pode parecer meio sanguinário da minha parte gostar das cenas em que o tenente Aldo ( Brad Pitt) pede para retirar o escalpo de suas vítimas ou as marca com a suástica na testa para poder identificá-las, mas isso faz parte de uma das técnicas utilizadas por Tarantino, para desmistificar a idéia do personagem bom ou mal, afinal todos são caricatos e bem loucos por sinal.

Aqui tem uma resenha bem bacana e bem escrita pela Marília Martins, correspondente da Globo em Nova York, onde ela explica melhor algumas referências utilizadas por Tarantino no filme.

A Super Interessante também traz umas curiosidades do filme como a cogitação de Leonardo Di Caprio para o papel principal. Bom, o Brad Pitt tá incrível nesse papel e acho que valeu a troca!

E tem também uma crítica por Maurício Stycer. Basta clicar nos links!!

É isso, assistam e se divirtam!